Alimentação

A alimentação é fundamental para a saúde do seu animal.

Sala de Espera

A pensar nisto a Clínica Animal tem à sua disposição uma variada gama de rações. Desde toda a linha de crescimento (apropriada à raça e desenvolvimento especifico do seu cachorro ou gato); de manutenção (adequada às necessidades especificas de cada fase da vida); e ainda uma linha de prevenção (para patologias previsíveis) ou tratamento para patologias instaladas) que irão facilitar a resolução destes problemas apenas pela alteração da dieta, o que evita a indesejável administração diária de medicação.

Gama Crescimento e Manutenção




Considerando a variedade de raças de cães (desde o pequeno Chihuahua ao gigante Dogue Alemão), a especificidade das mesmas (taxa de crescimento , pelagem, atividade física); tornou-se necessário formular alimentos com características apropriadas para a satisfação das necessidades de cada cão.

Cada fase da vida do seu animal tem também necessidades de nutrientes variáveis. Vejamos, na fase de cachorro é muito importante a proteína para formular tecidos fortes e saudáveis, bem como uma dose equilibrada de cálcio e fósforo para ossos fortes e saudáveis, sem esquecer quantidades adequadas de hidratos de carbono para fornecer a energia ao seu cachorro nas intermináveis brincadeiras que caracterizam esta fase.

Por outro lado, assim que o seu cão atinge a fase adulta, as necessidades de cálcio e fósforo alteram-se, bem como a importância da proteína. Nesta fase é importante uma dieta equilibrada, sem excessos, e que promova boa saúde digestiva, dentária e do pêlo.

Claro que não nos podemos esquecer que com o avançar da vida do seu animal alguns problemas relacionados com a idade podem aparecer. Assim, para os cães idosos, a alimentação pode causar ou evitar muitos problemas. Tal como nos humanos, o excesso de peso e os diabetes, os problemas cardíacos e patologias articulares são as principais doenças. Uma ração adequada pode minimizar estes problemas com um nível reduzido de hidratos de carbono, pouco sal e substâncias potenciadoras da regeneração articular.


Nos felinos as diferenças entre raças não são tão evidentes como no cão, mas existem. Nestes animais as principais preocupações relacionam-se com as fases de vida do gato (crescimento ou idade adulta), estilo de vida (indoor ou outdoor), e ainda se é esterilizado ou não.

Na fase de crescimento, como qualquer outro animal, há uma exigência do organismo de nutrientes específicos e devido à intensa atividade/gasto de energia, os gatinhos necessitam de uma boa alimentação.

No gato adulto, a questão mais importante prende-se com o estilo de vida. Gatos de interior, num espaço limitado, têm maior tendência para a obesidade. Daí existirem rações formuladas para a manutenção saudável destes animais. Gatos com livre acesso ao exterior, tem maior gasto energético com brincadeiras, corridas e caçadas, necessitam de uma alimentação adequada a este estilo de vida. Na sua higiene diária, um gato pode ingerir até 2 /3 de pêlo, neste caso também devemos adaptar a alimentação para uma gama específica.

No caso de animais esterilizados, existe também alimento mais apropriado, uma vez que a atividade hormonal destes é condicionada, o que predispõe tendência para a obesidade.

Gama Prevenção e Tratamento




As rações desta gama devem sempre ser recomendadas por um veterinário após uma avaliação criteriosa do seu animal e dos problemas que mais o atingem. Assim, faremos apenas aqui uma breve lista de patologias para as quais existe uma gama específica de prevenção ou tratamento:

  • Obesidade, excesso de peso;
  • Intolerância alimentar e ou diarreias;
  • Problemas renais;
  • Alergias de pele;
  • Patologias articulares instaladas;
  • Cristais urinários.


As rações desta gama serão recomendadas pelo médico veterinário, caso seja detetado no seu gato, após ser consultado e possivelmente depois de realizar algum tipo de exame, as seguintes patologias:

  • Obesidade, excesso de peso;
  • Intolerância alimentar e/ou diarreias;
  • Problemas renais;
  • Alergias de pele;
  • Cristais urinários.

Estas são as patologias mais comuns, sendo a dieta ajustada a cada caso individual.